Introdução

Textos, contos e matérias interessantes, clips musicais, dicas, noticias importantes e polêmicas sobre Educação, Saúde e Política entre outros. Noticiário sobre Barretos e sua festa do peão. Trata-se de um espaço mais pessoal para expressar meus gostos, idéias, projetos e o trabalho que já faço enviando via e-mail comunicados, legislações e notícias para as escolas estaduais de Barretos e os associados do sindicato Afuse e também Apeoesp, Udemo e Apase que solicitam inclusão na mala direta. Cadastre-se como seguidor do Blog e participe postando comentários, enviando material, sintam-se co-proprietário deste espaço, feito para meus amigos, colegas e visitantes.


Bem-vindo ao Blog Celso Branicio -

Pesquisar este blog

Meus sites


                    
relojes web gratis
                
Logotipo oficial do site Barretão Country
Site com informações sobre Barretos e sua festa do peão.
Mostrando postagens com marcador Música Popular Brasileira. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Música Popular Brasileira. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 22 de março de 2018

Seja bem vindo Outono, a estação das mudanças e de clima ameno, mas na política teremos um outono quentíssimo

Outono Opus 8 Allegro - Vivaldi



Começou o Outono, seja bem vindo a estação das mudanças, árvores trocando velhas folhas por novas e de clima bem mais ameno que o verão que acabou.

O equinócio de outono no hemisfério sul começou oficialmente nesta terça-feira dia 20/03/2018 às 13hs15 (horário de Brasília) e vai até 21/06/2018.  Muitas pessoas gostam do verão e do clima mais quente, outros gostam mais do frio, mas de uma forma ou de outra, é certo que a temperatura vai em média ficar mais baixa e as pessoas que tem problemas de hipertensão  tem de se cuidar mais, pois os vasos sanguíneos se contraem aumentando ainda mais a pressão arterial, os idosos principalmente deverão participar das campanhas anuais de vacinação contra a gripe neste período, pois a partir de agora a umidade relativa do ar vai diminuir aos poucos e como diz a música, as águas de março fechando o verão e também fechando este ciclo de chuvas, ainda bem que houve um bom período de chuvas para encher os reservatórios, mas a partir de agora, temos de ter ainda mais consciência ao usar a água e certamente a energia elétrica deve subir nos próximos meses com o rebaixamento do nível das águas dos rios e suas represas, mas esperamos que ocorra só no final do inverno para evitar de ser usado as usinas térmicas que tem manutenção caríssima.

Os que gostam de esportes e atividade físicas e aqueles que ainda não se conscientizaram da necessidade de atividades físicas constantes e que normalmente só o fazem por modismo no verão, que possam continuar com as atividades mesmo com o frio, basta se adaptar a novos horários, usar mais roupas e acima de tudo uma orientação de um profissional de educação física é sempre muito importante,  mas nunca desistindo das atividades físicas que geram saúde e bem estar  e ajuda na manutenção de peso adequado e na perda de peso de quem tem sobrepeso ou é obeso e as atividades físicas e esportivas neste período dão segundo especialistas ainda mais resultado do que no verão.

Nesta estação onde as árvores trocam suas folhas e representa a mudança e renovação da vida na natureza, deve representar para nós uma mudança radical, pela primeira vez na história poderemos ter a prisão de um ex presidente da república, o sr. Lula da Silva criminoso julgado e condenado em duas instâncias, fora outros processos que ainda devem ser julgados em breve e juntos  dará a ele cerca de 100 anos de prisão.

Neste outono poderemos ter a prisão deste mega bandido de colarinho branco,  pelo menos neste primeiro processo  onde foi condenado e aguarda o resultado dos recursos que será julgado dia 26/03/2018 segunda-feira e daí em diante ele poderá ser preso até mesmo neste dia, com o Juiz Moro expedindo o mandado de prisão, ou seja, ocorrerá nos próximos dias a prisão do maior corrupto do mundo, bem no comecinho deste outono que ficará marcado na história, se houver alguma jogada suja comprando o STF para livrarem a barra dele, certamente a revolta será grande e de nada adiantará, ele com tantos processos não terá como efetuar sua candidatura a presidente no TSE, pois, já é ficha suja.

Teremos também neste outono a definição das candidaturas para Presidente da República, com os nomes de quem vai de fato e de direito disputar a eleição para Presidente mais importante da história política de nosso país, vamos lutar para que os partidos políticos tenham consciência da importância da luta contra a corrupção e coloquem candidatos fichas limpas de fato e de direito, sem nenhum tipo de condenação nem mesmo em primeira instância e comprometidos em lutar pelo povo e contra a corrupção.

O país precisa fazer uma revolução e só no voto através  das eleições no final do ano, mas temos de pressionar ainda neste outono para que os partidos  políticos coloquem bons candidatos como opções para esta mudança radical que temos de fazer assim como as árvores, temos de trocar o velho e inútil por algo novo e renovador que venha a dar continuidade a vida com mais qualidade e esperança  ao povo tão sofrido.

Na política é necessário a reciclagem e uma profunda reforma política, o povo esta cansado de políticos corruptos e incompetentes e de partidos e grupos políticos que enxergam na vida política apenas um negócio para ganhar dinheiro fácil  e usam ideologias de direita e esquerda apenas como escudo para enganar a população, são ambidestros na prática da corrupção, usam militante como massa de manobra, invertendo valores, criando bandidos de estimação, falsos salvadores da pátria e tudo para poderem se dar bem roubando verbas públicas e se enriquecendo ilicitamente,  estão quase que criando uma república de ladrões, uma verdadeira cleptocracia, com partidos que se assemelham a organizações criminosas e o crime e a corrupção infiltrados em todos os três poderes e o povo precisa dar um basta a tudo isto nas urnas.

Precisamos de mudanças urgentes  e que o pontapé inicial seja neste outono quente na política e que se torne um marco em nossa jovem democracia.


Barretos, 22 de março de 2018.


Celso Rodrigo Branicio
Licenciado em Educação Física pela UnB
Graduado em Processamento de Dados pela FISO
Especialização em Análise de Sistemas pela Universidade Federal de Uberlândia-MG
Diretor de Eventos da APPP
(Associação de Participação Popular na Política)



Observação:

Veja abaixo, mais uma excelente música que remete a este período do ano:


Elis Regina & Tom Jobim
"Aguas de Março" - 1974




sábado, 24 de fevereiro de 2018

Jojo Maronttinni - Sentada Diferente (DJ Batata)


Sentada Diferente

Jojo Todynho

Vem pra cá novinho Que eu tô muito quente Vem pra cá novinho Que eu tô muito quente Vou dar Vou dar uma sentada Uma sentada diferente Vou dar uma sentada Uma sentada diferente Vem vem vem vem Vem pra cá novinho Vem vem vem vem vem Vem pra cá novinho Que eu tô muito quente Vem pra cá novinho Que eu tô muito quente Vou dar uma sentada Uma sentada, uma sentada Uma sentada diferente Venha logo que eu tô cheia de maldade Deixa de ficar trocando nude no Whatsapp Venha logo que eu tô cheia de maldade Deixa de ficar trocando nude no Whatsapp Vem tomar Todynho Que eu tô muito quente Vem tomar Todynho Que eu tô muito quente Vou dar uma sentada Uma sentada, uma sentada Uma sentada, uma sentada Uma sentada, uma sentada Uma sentada, uma sentada Uma sentada diferente Vou dar uma sentada Uma sentada diferente Vem vem vem vem Vem pra cá novinho Vem vem vem vem Vem pra cá novinho Que eu tô muito quente Vou dar uma sentada Uma sentada, uma sentada Uma sentada diferente Venha logo que eu tô cheia de maldade Deixa de ficar trocando nude no Whatsapp Venha logo que eu tô cheia de maldade Chega de ficar trocando nude no Whatsapp


Fonte da Letra:  LETRAS.mus.br


DADOS DO VÍDEO:


Publicado em 18 de ago de 2017
INSCRITO 833 MIL
.
Clique aqui e ouça a música: https://umusicbrazil.lnk.to/FunkHitsD...
SENTADA DIFERENTE
(Pitter Correa) - Intérprete Jojo Maronttinni
Produzido por DJ Batata SIGA A JOJO MARONTTINNI https://www.facebook.com/JojoAfronta

Direção Artística: Miguel Cariello
Gerência Artística: Miguel Afonso
Coordenação Artística: Igor Alarcon, Marina Furtado e Patricia Aidas
Label Manager: Denise Tolentino Direção de Vídeo: Washington Rodrigues Veloso Contatos DJ BATATA
Music video by Jojo Maronttinni performing Sentada Diferente. (C) 2017 Pop Funk, Under Exclusive License to Universal Music International
djbatata@hotmail.com 21964700450



Fonte:  Vídeo no Youtube - Canal do FunkHitsVEVO

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Acompanhe o Cordão do Boi Tolo em 4K (TV Folha)


Publicado em 15 de fev de 2018

INSCRITO 190 MIL

Acompanhe neste vídeo o cortejo do bloco Boi Tolo pelas ruas do Rio de Janeiro no último domingo (11). O bloco não possui autorização da Prefeitura do Rio para desfilar, mesmo assim, lotou as ruas do centro da cidade. 


Assine a TVFolha https://goo.gl/EBg4ag 



Acompanhe o Cordão do Boi Tolo em 4K  (TV Folha)

Fonte: Vídeo no Youtube - Canal da TV FOLHA





CARNAVAL NA TVT - DESFILE DAS CAMPEÃS - RIO DE JANEIRO 17/02/2018



Transmissão iniciada há 5 horas

INSCRITO 77 MIL


A TVT, em parceria com a TV Brasil, transmite

#aovivo os desfiles das escolas de campeãs de São Paulo e Rio de Janeiro

#aovivo também no Youtube - http://bit.ly/2EbOZWd

#RedeTVT
#TVT
#Carnaval2018
#CarnavalSP
#CarnavalRJ
#DesfileDasCampeãs

tvt.org.br || Canal 44.1 - sinal digital HD aberto || Canal 512 NET HD-ABC ||| 513 NET-Mogi || Canal 12 - Vivo São Caetano do Sul 
Baixe nosso aplicativo e assista a TVT na palma da sua mão: 


CARNAVAL NA TVT - DESFILE DAS CAMPEÃS - RIO DE JANEIRO 17/02/2018


Fonte:  Vídeo no Youtube - Canal da Rede TVT


sábado, 17 de fevereiro de 2018

Um carnaval de cinzas! (Opinião e Notícia)

GRITA BRASIL

Os arrastões, os assaltos e as agressões deram as cores desse carnaval

Claudio Schamis  15 fev, 2018

Um carnaval de cinzas!  (Opinião e Notícia)
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas


Peço desculpas, mas aproveitando a quarta-feira de cinzas e já fazendo uma analogia de cinzas e do que foi esse carnaval, principalmente no Rio, hoje a coluna será um pouco egoísta e vai falar do que restou do Rio de Janeiro.

Eu fugi do Rio. Não pensei duas vezes, imagine três. Como muitos sabem, hoje tenho um trabalho, não um emprego. Sou motorista de aplicativos de mobilidade, justamente por falta de emprego e de uma oportunidade de voltar ao mercado formal de trabalho. E poderia estar animadíssimo em trabalhar no carnaval, que é supostamente uma época em que se pode ganhar um bom dinheiro — há controvérsias — dirigindo um Uber, um Cabify, um 99 Pop. Mas a minha experiência do carnaval de 2017 e o aumento impressionante da violência foram determinantes em me fazer, como disse, fugir do Rio.

Mesmo vendo os relatos de amigos motoristas, tenho a plena certeza de que fiz a escolha certa.

Aqui do alto da serra, mais precisamente em Teresópolis, num condomínio chamado Fazenda da Paz, assisti ao show de horror que foi esse carnaval.

Fiquei enojado — na verdade mais ainda — da cidade (que já foi) maravilhosa cantada por Caetano Veloso, na famosa marchinha de carnaval “Cidade Maravilhosa”.

A cidade do Rio de Janeiro é linda realmente, mas vista do alto do Corcovado ou do Pão de Açúcar. Aqui no asfalto ela está podre, nojenta, irreconhecível e feia.

O Rio de Janeiro é um dos cartões postais do Brasil. Quem não conhece o Rio de Janeiro, mesmo que de ouvir falar? Só que o que aconteceu nesse carnaval é algo que temos que parar tudo e exigir uma solução.

Não é fácil, eu sei. Mas a violência no Rio está num nível que é até difícil de se definir. Ainda mais com a cidade falida do jeito que está, tudo tende a piorar mais ainda. E será que pode ficar pior? Sim, pode.

Estamos entrando numa era em que nós que trabalhamos para ter mais conforto, poder ter um bom celular, um bom carro, sair para se divertir, ter coisas que nos deem prazer. Estamos sendo obrigados a fazer opções somente porque não podemos ter isso, fazer aquilo, pois é perigoso.

Os arrastões, os assaltos e as agressões, dentro e fora dos blocos, deram as cores desse carnaval. Perdeu-se totalmente a essência da festa em si. Da confraternização de ideias, povos e culturas. Conseguiram banalizar a cidade.

As cenas que vi e que o mundo viu são dantescas. São cenas que têm obrigação de envergonhar cada carioca que clama por paz. Turistas (e cariocas) agredidos, assaltados, vão cada vez mais fazer com que o Rio de Janeiro deixe de ser uma opção de turismo nas próximas férias. Ou uma opção de morar, principalmente no caso dos cariocas. Muitos estão fugindo do Rio.

E enquanto isso, as autoridades fazem pouco caso, quando tentam minimizar os acontecimentos. O prefeito do Rio, que foi para a Alemanha, diz para não bebermos e não tirarmos muitas selfies. O governador diz que o carnaval terá um reforço grande de policias e que será tudo maravilhoso. E ainda acusa a imprensa de fazer um alarde maior sobre a violência do que ela realmente é.

Governador! É fácil falar de dentro de um blindado, com segurança e podendo se locomover de helicóptero. Queria ver você enfrentando engarrafamento na Linha Vermelha, naLinha Amarela e na Avenida Brasil, as principais vias da cidade que foram fechadas algumas vezes por causa dessa mesma violência que você afirma que não é bem assim.

O Rio está sitiado. Estamos numa guerra civil. Bandidos assaltam indiscriminadamente a qualquer hora do dia e em qualquer bairro. Não existe mais fronteiras de onde é mais ou menos perigoso. Zona Sul, norte ou oeste… é tudo igual. E tudo a qualquer hora e momento. Até marmita eles estão roubando — e com equipamentos de guerra.

Somos uma cidade sitiada não declarada. Ainda não temos toque de recolher oficial, mas nós mesmos criamos um. As nossas rotas do nosso ir e vir não são muitas vezes pelo caminho mais rápido, e sim pelo menos perigoso.

E assim vamos sobrevivendo a cada dia. Rezando ao sair de casa e ao chegar com vida.

A violência não é um privilégio do Rio. Acredito que ela esteja presente no país inteiro com intensidades diferentes. Mas o grande problema é que um espirro no Rio de Janeira pode virar notícia internacional, não querendo desmerecer as demais cidades do Brasil.

E se o turismo no Rio de Janeiro pode ajudar a aquecer a economia com todos os desdobramentos que podemos ter, mais empregos, mais consumo e mais investimentos em empreendimentos, o que acaba refletindo no país como um todo, temos que exigir do governo estadual e federal uma solução. Tolerância zero.

Temos que nos conscientizar que a brincadeira de carnaval acabou e não devemos nos iludir que estamos em ano de Copa do Mundo. Vamos focar mais na nossa realidade e em nossas vidas, pois o resto é o resto.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão.