Introdução

Textos, contos e matérias interessantes, clips musicais, dicas, noticias importantes e polêmicas sobre Educação, Saúde e Política entre outros. Noticiário sobre Barretos e sua festa do peão. Trata-se de um espaço mais pessoal para expressar meus gostos, idéias, projetos e o trabalho que já faço enviando via e-mail comunicados, legislações e notícias para as escolas estaduais de Barretos e os associados do sindicato Afuse e também Apeoesp, Udemo e Apase que solicitam inclusão na mala direta. Cadastre-se como seguidor do Blog e participe postando comentários, enviando material, sintam-se co-proprietário deste espaço, feito para meus amigos, colegas e visitantes.


Bem-vindo ao Blog Celso Branicio -

Pesquisar este blog

Mostrando postagens com marcador Música Popular Brasileira. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Música Popular Brasileira. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Raça Negra - Tarde Demais Lyric (Homenagem a Cid Gomes pelas críticas ao Haddad e PT - Eleições 2018)





HOMENAGEM DA RÁDIO JOVEM PAN NO PROGRAMA 3 EM 1 DE 16/10/2018 DEVIDO AS DECLARAÇÕES DE CID GOMES, IRMÃO DE CIRO GOMES QUE CRITICOU DURAMENTE O PT PELOS ERROS COMETIDOS E NÃO ASSUMIDOS E POR TER SABOTADO A ESQUERDA NESTA ELEIÇÃO DE 2018 DE FORMA EGOÍSTA.




É Tarde Demais
Raça Negra

Olha só você
Depois de me perder
Veja só você
Que pena

Você não quis me ouvir
Você não quis saber
Desfez do meu amor
Que pena, que pena

Hoje é você quem está sofrendo, amor
Hoje sou eu quem não te quer
O meu coração já tem um novo amor
Você pode fazer o que quiser

Você jogou fora o amor que eu te dei
O sonho que sonhei, isso não se faz
Você jogou fora a minha ilusão, a louca paixão
É tarde demais
Que pena
Que pena, amor
Que pena
Que pena, amor

Hoje é você quem está sofrendo, amor
Hoje sou eu quem não te quer
O meu coração já tem um novo amor
Você pode fazer o que quiser

Você jogou fora o amor que eu te dei
O sonho que sonhei, isso não se faz
Você jogou fora a minha ilusão, a louca paixão
É tarde demais
Que pena
Que pena, amor
Que pena
Que pena, amor
Que pena
Que pena, amor
Que pena


Composição: Elias Muniz / Luiz Carlos · Esse não é o compositor? Nos avise.
Legendado por Júnior e
Esdras

Fonte: LETRAS.mus.br

DADOS DO VÍDEO:


Descrição música para ouvir e letra da música com legenda

Categoria Música


Música neste vídeo
Saiba mais


Ouça músicas sem anúncios com o YouTube Premium
Música É Tarde Demais 
Artista Gigantes do Samba 
Álbum Gigantes do Samba (Ao Vivo) 
Licenciado para o YouTube por SME (em nome de Sony Music Entertainment); Peermusic, UBEM e 4 associações de direitos musicais





Em evento pró-Haddad, Cid Gomes critica PT (Jovem Pan - 3 em 1)




Jovem Pan - 3 em 1

Publicado em 16 de out de 2018

A campanha de Bolsonaro se aproveitou. O vídeo de Cid Gomes abre a propaganda eleitoral do candidato. Inscreva-se no nosso canal: https://tinyurl.com/yckse53p

Entre no nosso site: http://jovempan.uol.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/jovempannews
 








segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Canção da ROTA - Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Canções Militares)




Publicado em 18 de jun de 2018

Assine o canal: http://bit.ly/2p984ST



Letra:

Canção da ROTA

Ao batalhão da vanguarda
Nos orgulhamos de pertencer
Dele enverguemos a farda
Pronto lutamos até vencer 

Não nos dará medo a guerra
Com toda a afronta do seu rigor
O filho da nossa terra
Nunca se encontra sem honra e amor

A pátria conta em todo o batalhão
Um nobre altar em cada coração
A bandeira em tal mão tão vigorosa
Será forte e poderosa
Para a glória da nação

Vibra a corneta, toca a alvorada
Honras a pátria amada a nossa mãe gentil
Bravo soldado, salve o porvir
Viva esta terra que nome
Encerra o meu brasil

Ao rijo som do tambor
Rompamos o passo com peito arfante
Num acendrado impavor
O nosso braço será possante
Temos o herói tiradentes
Que foi um forte até morrer
Para nos dar as ingentes
Glória e sorte de não temer

A pátria conta em todo o batalhão
Vibra a corneta, toca a alvorada
Ao alto a nossa bandeira
Será gloriosa
Terá esplendores
Confiante em nossa fileira
Ostenta airosa
Tão lindas cores

Somos baluarte seguro
Sempre em defesa
Com peito ardente
Desse brasão auri-puro
Maior beleza
Resplandescente
A pátria conta em todo o batalhão







sábado, 13 de outubro de 2018

Dicró - 'O Político' (O samba do Fernando HADDAD)





O Político
Dicró

Dei cimento, dei tijolo
Dei areia e vergalhão
Subi morro, fui em favela
Carreguei nenê chorão
Dei cachaça, tira-gosto
E dinheiro de montão
E mesmo assim perdi a eleição
Traidor, traidor
Se tem coisa que não presta é um tal do eleitor
Prometi a minha nega que ia ser a primeira dama
Porém quando eu perdi, ela perdeu ate a cama
E achei o meu retrato no banheiro da central
Vou da um coro no meu cabo eleitoral
Traidor, traidor
Se tem coisa que não presta é um tal do eleitor
Hoje eu tenho meus motivos, para estar injuriado
Porque eu só tive um voto e mesmo assim foi anulado
Só tem gente canalha, como tem gente ruim
Nem a minha mãe votou em mim
Ô mamãe eu me admiro a senhora
Se meus inimigos não votarem em mim tudo bem
Mas a senhora que depende de mim, não votar é sacanagem
Eu hein...
Os eleitores que não te conhecem, não votaram
Eu que te conheço vou votar? Ah! To fora...
Fonte da letra: LETRAS.mus.br

DADOS DO VÍDEO:
vitrolanoberro

Publicado em 20 de set de 2012





Toda ironia de Dicró em "O Político" (Pongá / Dicró), do disco 'O Bingo da Sogra', de 1994.



Categoria Música
Música neste vídeo
Saiba mais

Ouça músicas sem anúncios com o YouTube Premium

Música O Político
Artista Dicró
Álbum O bingo da sogra
Licenciado para o YouTube por Gravadora Cid (em nome de CID); UMPG Publishing, UBEM, Sony ATV Publishing e 3 associações de direitos musicais




https://youtu.be/EfUSdMARkO8





domingo, 30 de setembro de 2018

� FANTÁSTICO AO VIVO HD | 30/09/2018




TV AGORA ON 



Publicado em 30 de set de 2018



 

Gente Humilde, por Angela Maria (Homenagem pelo seu falecimento neste dia 29/09/2018) - Tv Cultura



Wesley Safadão - Recém Abandonado (WS Mais Uma Vez) [Vídeo Oficial]



Publicado em 29 de set de 2018
Inscrito 8 mi
Essa faixa faz parte do novo álbum "WS Mais Uma Vez".
Ouça também nos aplicativos de música: https://SomLivre.lnk.to/WsMaisUmaVez

LETRA
"Recém Abandonado"
Composição: Felipe Amorim / Kinho Chefão / Samir / Breno Casagrande

Desce uma bebida quente, para derreter o gelo que ela me deu
Mas desce de copo cheio, porque vazio já basta eu

Desce um litro da mineira
Para ver se eu esqueço daquela covarde
Porque um copo vazio é oficina de saudade
E se tiver desconto para coração trouxa
Pode reservar a prateleira toda
Para um recém largado pós abandonado
Toda cachaça é pouca
Iêiêiê

É hoje que eu me acabo aqui nessa bagaça

Iêiêiê

Se eu cair relaxa que do chão não passa

Siga Wesley Safadão nas redes sociais!
Facebook: https://www.facebook.com/WesleySafadao
Instagram: https://www.instagram.com/WesleySafadao
Twitter: https://twitter.com/WesleySafadao
YouTube: https://www.youtube.com/WesleySafadao

Site Oficial: http://www.wesleysafadao.com.br

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Maluco Beleza - Raul Seixas


YouDance
Publicado em 6 de nov de 2012

Artista:Raul Seixas Música:Maluco Beleza
Categoria Música
Música neste vídeo Saiba mais
Música Maluco Beleza
Artista Raul Seixas
Álbum As Profecias
Compositores Raul Seixas, Cláudio Roberto
Licenciado para o YouTube por
WMG (em nome de WM Brazil); PEDL, UBEM, Warner Chappell e 7 associações de direitos musicais

Compre agora no Google Play


Raul Seixas


Maluco Beleza Enquanto você
Se esforça pra ser
Um sujeito normal
E fazer tudo igual
Eu do meu lado
Aprendendo a ser louco
Um maluco total
Na loucura real

Controlando
A minha maluquez
Misturada
Com minha lucidez
Vou ficar
Ficar com certeza
Maluco beleza
Eu vou ficar
Ficar com certeza
Maluco beleza

E esse caminho
Que eu mesmo escolhi
É tão fácil seguir
Por não ter onde ir
Controlando
A minha maluquez
Misturada
Com minha lucidez
Eeeeeeeeuu!
Controlando
A minha maluquez
Misturada
Com minha lucidez

Vou ficar
Ficar com certeza
Maluco beleza
Eu vou ficar
Ficar com certeza
Maluco beleza
Eu vou ficar
Ficar com toda certeza
Maluco, maluco beleza


Fonte da Letra:  LETRAS.mus.br



Composição: Claudio Roberto / Raul Seixas





https://youtu.be/KobmJoCKKjY



Raul Seixas - Gita (Paulo Coelho)




Paulo Coelho

Publicado em 11 de jun de 2014




Raul Seixas


 


Gita

Eu, que já andei pelos quatro cantos do mundo procurando
Foi justamente num sonho que Ele me falou

Às vezes você me pergunta
Por que é que eu sou tão calado
Não falo de amor quase nada
Nem fico sorrindo ao teu lado

Você pensa em mim toda hora
Me come, me cospe, me deixa
Talvez você não entenda
Mas hoje eu vou lhe mostrar

Eu sou a luz das estrelas
Eu sou a cor do luar
Eu sou as coisas da vida
Eu sou o medo de amar

Eu sou o medo do fraco
A força da imaginação
O blefe do jogador
Eu sou, eu fui, eu vou

(Gita! Gita! Gita! Gita! Gita!)

Eu sou o seu sacrifício
A placa de contramão
O sangue no olhar do vampiro
E as juras de maldição

Eu sou a vela que acende
Eu sou a luz que se apaga
Eu sou a beira do abismo
Eu sou o tudo e o nada

Por que você me pergunta?
Perguntas não vão lhe mostrar
Que eu sou feito da terra
Do fogo, da água e do ar

Você me tem todo dia
Mas não sabe se é bom ou ruim
Mas saiba que eu estou em você
Mas você não está em mim

Das telhas, eu sou o telhado
A pesca do pescador
A letra A tem meu nome
Dos sonhos, eu sou o amor

Eu sou a dona de casa
Nos pegue-pagues do mundo
Eu sou a mão do carrasco
Sou raso, largo, profundo

(Gita! Gita! Gita! Gita! Gita!)

Eu sou a mosca da sopa
E o dente do tubarão
Eu sou os olhos do cego
E a cegueira da visão

Eu, mas eu sou o amargo da língua
A mãe, o pai e o avô
O filho que ainda não veio
O início, o fim e o meio
O início, o fim e o meio
Eu sou o início, o fim e o meio
Eu sou o início, o fim e o meio


Fonte: LETRAS.mus.br


Composição: Paulo Coelho / Raul Seixas





https://youtu.be/RezuYwS0ngI